Responsabilidade afetiva


Hoje vou dividir com vocês neste artigo o que penso e sinto sobre esse tema que na verdade se aplica a todos os tipos de relacionamentos que temos em nosso convívio social, porém meu foco é o relacionamento amoroso. Em uma definição bem simples a responsabilidade afetiva significa ser sincero com o outro no que tange aos sentimentos para que não se criem expectativas irreais sobre o que alguém pode ser e também tem a oferecer em um relacionamento. Ou seja honestidade no que sente, empatia com os sentimentos do outro e um posicionamento verdadeiro sobre o que se está disposto a doar para aquela pessoa e aquela relação. A responsabilidade afetiva é algo que passa um pouco longe de nossos relacionamentos amorosos principalmente na juventude. Metemos os pés pelas mãos com pessoas especiais que deveriam ter de nós o mínimo de sinceridade e consideração. Mas jovens, imaturos talvez ainda fosse difícil avaliar o quanto poderíamos prejudicar o outro sendo irresponsável emocionalmente. O problema maior é quando essa questão mal resolvida vem para os relacionamentos adultos. E mesmo ainda sem pesquisas acadêmicas esse assunto está muito em voga porque os impactos emocionais e psicológicos que a falta dessa responsabilidade pode trazer para a vida das pessoas são muitos.

Escute Pop romântico nesta playlist da Spotify.

Se não conseguimos ao menos ser honestos com o outro e também não conseguimos expressar nossas necessidades legítimas dentro de um relacionamento, como poderemos conduzí-lo diante dos tempos, das dificuldades e das crises? Acredito que sem e