top of page

NEURO



A Nininha, coitada, tinha limitações cognitivas evidentes, mas decidiu, recentemente, provar que não. Foi monitorada pelas amigas mais próximas, que mantinham histórica relação com ela desde os tempos da escola fundamental, onde ela já demonstrava ter dificuldade com a compreensão de coisas simples. Ajudada pelas amigas da vida toda, concluiu o ensino médio, sem que as informações importantes chegassem a se fixar em sua memória, tão fluida. Na universidade não conseguiram que ela entrasse.


Nem na da esquina, já que qualquer prova, simples que fosse, era uma dificuldade intransponível para a pobre Nininha. E “pobre” aqui é força de expressão. Nunca diagnosticaram, nem os melhores neurologistas do mundo, a serviço da família rica, nenhuma alteração sensível na estrutura cerebral da Nininha, mas ela não aprendia as coisas. Seguia falando errado, escrevendo errado, errando contas simples, entendendo errado. As amigas decidiram viver em função disso. As quatro mais próximas tornaram-se neurologistas. O Nina’s group virou referência internacional e pode levar um Nobel a qualquer momento, mas sem conseguir desvendar ainda o problema da Nininha.


O renome internacional não as afastou da pesquisa de campo. Seguem acompanhando a Nininha sempre que possível, mesmo que isso implique voar correndo pra cá, seja de Chicago, Londres ou Tóquio, pra quem vive, como elas, transitando entre as grandes universidades do mundo. Super difícil. Cotadas, todas elas, pra assumir a OMS e até Ministérios da Saúde em diversos paises, insistem nas pontes aéreas pra anotar, de bem perto, o que faz a Nininha no dia a dia.


A Cris, PhD lecionando e prequisando há anos em Boston, quase desistiu no episódio do culto ao pneu. Registrou tudo e revê sempre, em busca de uma iluminação.


A Fafá, catedrática em Oxford, tava filmando na hora dos contatos com os alienígenas, aquela cena do celular na cabeça. Não conseguiu explicar no departamento ainda.


A Nilze, que publica pela New York University, onde é a Chefe da Neurologia, passou dias num acampamento em frente a um Tiro de Guerra no interior, onde a Nininha deu plantão e gritou “Mito’. Pensou em trocar de carreira depois da experiência.


As três se juntaram à Evinha, que estava coordenando um estudo em Milão, quando a Nininha avisou, pelo whatsapp, que haveria uma grande manifestação no oito de janeiro.

Vieram correndo, em voos caros, e estão se recuperando da loucura até hoje.


E pensando em desistir, definitivamente, da pesquisa.

Tinham partido da hipótese equivocada de que a Nininha era um caso isolado...


Rio de Janeiro, outubro de 2023.


 

Didu Nogueira, no stand Cedro Rosa, em Dubai (GITEX 2023)


A Revolução da Economia Criativa: 5 Exemplos Incríveis!


Você já ouviu falar da Economia Criativa? É um movimento que está agitando o Brasil e o mundo, gerando empregos, renda e desenvolvimento por meio da cultura e da criatividade. Vamos dar uma olhada em cinco exemplos incríveis:

  1. Indústria do Entretenimento: Filmes, música, TV e videogames estão criando empregos e nos fazendo sonhar. Imagine quantos artistas, produtores e profissionais fazem parte disso!

  2. Moda Estilosa: Marcas independentes e designers autênticos estão fazendo a moda mais colorida. Vestir-se bem nunca foi tão divertido, e isso está gerando muitos empregos ao redor do mundo.

  3. Tecnologia de Ponta: Startups e empresas criativas estão inventando coisas malucas, como realidade virtual e inteligência artificial. Tudo isso traz empregos e inovação.

  4. Turismo Cultural: Patrimônio, gastronomia e eventos culturais atraem turistas, movimentando a economia local. É como viajar e aprender ao mesmo tempo!

  5. Arte por Toda Parte: Artistas e galerias de arte estão espalhando beleza e empregando pessoas com suas obras. Afinal, quem não ama a arte?


Artistas Cedro Rosa, na playlist Youtube, escute aqui.


E para fechar com chave de ouro, a Cedro Rosa Digital está revolucionando a música independente mundial. Eles ajudam artistas independentes a brilhar, distribuindo suas músicas pelo mundo todo. É a revolução da música!

Prepare-se, a Economia Criativa está transformando o mundo de um jeito criativo e cheio de empregos! ✨🎨🎶

Comments


+ Confira também

destaques

Essa Semana

bottom of page