Perspectivas para 2022


José Luiz Alquéres

Tendo uma certa prática em fazer previsões sobre o futuro, a partir de procurar encadear uma série de suposições racionais sobre o que poderá ocorrer dentro da ordem natural das coisas. Ser pouco criativo é apostar na continuidade das tendências atuais.


Apesar de estar escrevendo para a Criativos!, me atrevo a listar o que parece ser um cenário possível, sinistro, baseado na falta de criatividade, no que se chama: mais do mesmo. . Num próximo artigo podemos tentar formular um cenário alternativo. Até lá...pensem. Criem. Sem criar coisas novas o futuro parece dificil demais.


Os economistas após identificarem a progressiva perda de confiança geral na equipe econômica, em boa parte até seus membros já debandaram, ao que se somam dificuldades conjunturais acentuadas pelos efeitos da gestão caótica da pandemia do COVID. estão pessimistas. Pensam que após ter caído 14% em 2021 a Bolsa, apesar de barata, não deve reagir , pelo menos até se definir o quadro