top of page

Novos Rumos




Li há pouco tempo em uma revista uma frase da norte-americana Earthy Engelbert que me fez escrever as próximas linhas deste artigo. Os novos rumos que tomamos durante a nossa jornada profissional.


A frase retrata muito do que sou, na verdade, refleti muito do que decidir ser, não me limitando aos princípios básicos que ainda circulam em nossa sociedade.

A executiva disse: “Uma carreira de sucesso não precisa ser uma linha reta ou um avanço implacável em apenas uma direção”.


Eu, reflito sobre a mesma visão, embora saiba haver um longo caminho que nós mulheres devemos percorrer quando se fala de carreira, assunto esse que rende discussões e posicionamento forte de nossa parte, considero que já o faço quando posso decidir por quais caminhos seguir, entretanto, há muito o que evoluir, mas voltamos a observar as opções que os anos nos permite em quanto indivíduos sem distinção assim como rege a nossa Constituição Federal.


E quem nunca sonhou com o sucesso profissional? Leio publicações de jovens dizendo: “Deus me livre, mas quem me dera” Frase esta que instiga a vontade de ser.

Eu acredito que podemos ser, podemos escolher novos rumos na carreira, escolher múltiplas direções e que isso não nos limita o desejo de sucesso, até porque a corrida pela melhor posição continua mesmo que eu não esteja na linha reta. O interessante nesta construção é saber que podemos recomeçar em outras linhas, como dizia o poeta Toquinho, “Com cinco ou seis retas podemos fazer um castelo”.


Já recomecei algumas vezes e posso afirmar ser revigorante transitar por novos desafios, e o segredo pelo menos para mim, está na tomada de decisão que é difícil, mas extremamente necessária em busca de novos rumos.


Fico relembrando como meus olhos brilham e brilhavam, como é importante sentir o coração bater acelerado te levando ao ápice da força que move a minha, a sua, a nossa, criatividade para recomeçar, assim como desejamos em cada novo ano, novos caminhos, novas metas, novos sonhos, nos conectam com a esperança de novas habilidades.


Domenico de Masi, autor do best- seller O ócio Criativo, professor emérito de sociologia do trabalho, em suas entrevistas fez uma citação que cabe na finalização deste pensar em relação a novos rumos. “A única coisa que pode nos ajudar é a cultura: literária, musical, cientifica, religiosa, artística”.


Ou seja, novos rumos de sucesso para a humanidade dependem de educação continua.


Me despeço por hoje, pensando em novos rumos...


Luana Oliveira, para Criativos.


 

Desmonte na Cultura


Café Musical


Cultura e Economia Criativa, segundo governo atual




 

Siga as Redes Sociais da Cedro Rosa.

 

Cedro Rosa cria Plataforma mundial de Música, em 10 idiomas, para gerir direitos autorais e licenciar musicas.




Músicos, compositores, bandas, mídia, produtores de cinema, streaming, TV, publicidade e games em um único ambiente digital, para negócios de licenciamento.



Abra um perfil agora


Plataforma digital permite registro, distribuição e licenciamento de músicas no mundo inteiro. Todo mundo pode escutar músicas e podcasts de graça.



A Cedro Rosa , produtora e distribuidora de conteúdos, com sedes no Rio de Janeiro, New York e Tokyo criou uma plataforma digital de administração e distribuição de músicas no mundo inteiro.


Para ter acesso, como artista, empresa ou simplesmente amante de música, basta abrir um perfil, apenas com nome e e-mail.


A plataforma digital funciona em 10 idiomas e conta com mais de 3 000 mil certificadas, prontas para serem licenciadas para sincronizações diversas em filmes, novelas, audiovisuais, games e publicidades.


Acompanhe nossas redes digitais. https://linktr.ee/cedrorosa


Compositores, bandas e artistas podem registrar suas musicas e fazer contratos de distribuição e licenciamento e empresas da midia como TVs, Radios, produtoras de cinema e conteudo em geral podem licenciar essas obras devidamente certificadas diretamente na plataforma.



+ Confira também

destaques

Essa Semana

bottom of page