Juiz de Fora


Lais Amaral Jr

Pausa para um conto:

Dia 13 em Juiz de Fora*


O beijo em si, já fora uma indisciplina. Uma imprudência. E um beijo demorado como foi, poderia ter posto tudo a perder. Era pra ser uma rápida encenação. Um improviso para corrigir o deslize provocado pela surpresa. Os três ocupantes de um carro estacionado próximo à esquina da Rua Pedro de Carvalho, a uns cinquenta metros, certamente observavam a cena. Henrique enlaçou Bárbara pela cintura. Caminharam no sentido contrário ao automóvel suspeito. Entraram numa transversal, contramão, e saíram do campo de visão dos observadores. Pouco depois ele já estava num ônibus a caminho do centro da cidade.


Henrique e Bárbara tinham se visto pela primeira vez um ano antes, na cidade de Juiz de Fora, em uma reunião preparatória para o congresso da União Nacional dos Estudantes que aconteceria dentro de algumas semanas numa cidade do interior paulista. E fo