Honestamente!



Essa semana fui comprar um carregador para o meu celular em uma loja de um bairro vizinho ao meu. Chegando lá, um moço que acredito ser o dono do estabelecimento veio me atender assim que a única cliente saiu da loja. Perguntei se ele tinha carregador original da marca do meu celular e ele disse que sim e veio me mostrar o produto. Perguntei o preço, 160 reais. "Nossa moço, eu vi um pela metade do preço em uma loja no meu bairro. Estava passando por aqui e resolvi comprar agora, mas está muito caro. Obrigada mesmo assim."


"Não, eu faço por 100 para você." Eu continuei, "ainda caro moço, mas obrigada." E ele "tá bom moça, vou fazer por 80. Você tem pix? Porque no crédito a taxa que me cobram pela venda é muito alta." Enfim, ele testou o carregador, embalou e enquanto conversávamos ele me disse: "melhor vender alguma coisa do que não vender nada né?" Eu respondi dizendo "com certeza", agradeci e fui embora. Mas fui intrigada com a situação. Porque o preço de 160 reais estava dentro da média para um carregador original, até um pouco mais barato na verdade, porém estava bem acima do valor de um carregador genérico. Mas como eu precisava dele com uma certa urgência não questionei muito na hora a veracidade das informações que ele me passou, enfim... Mais tarde pensei comigo sobre as possibilidades daquele cenário.