top of page

A troca




No passado, quando não existia ainda o dinheiro de papel, as pessoas praticavam o escambo. O escambo era a troca que as pessoas realizavam de itens produzidos em excesso. Por exemplo, em uma comunidade se pescou peixe em excesso e na outra se produziu milho em excesso, então se trocava a produção excedente de um item pelo outro. Hoje em dia não praticamos mais essa modalidade, porém a troca faz parte de nossas vidas.


Ela acontece com frequência em nossas relações com o outro e também na maneira como conduzimos as situações cotidianas. Trabalhamos em troca de salário, reconhecimento profissional, senso de utilidade. Nos relacionamentos, damos amor esperando o amor de volta, assim como o respeito, carinho, consideração, entre outros sentimentos. Praticamos exercícios para obter em troca mais saúde, vitalidade e um corpo mais bonito.E além desses exemplos há muitos outros que funcionam desta forma. Não é escambo porque não trocamos o que está em excesso. Mas é sempre uma troca.


Agora pensemos em um mundo hipotético onde pudéssemos praticar o escambo não só com produtos, mas com características e sentimentos. E se quem tivesse excesso de gratidão para dar pudesse trocar com aquele que é ingrato em demasia? E se o outro que tivesse respeito em excesso pudesse trocar com o que tem excesso de injustiça? O excedente da alegria poderia ser trocado com aquele que tem excesso de melancolia.


O excedente de ousadia poderia ser trocado com o que é tímido em excesso. E o amor excedente, esse poderia ser trocado com aquele que é insensível demais. Dessa maneira, poderíamos conviver com seres mais equilibrados e as relações de toda ordem seriam mais harmoniosas. Infelizmente no mundo real não conseguimos fazer esse tipo de troca. Mas se a gente conseguir fazer trocas significativas e sensatas, já é um bom caminho.


De Paula Sabbag para CRIATIVOS!


 

Música!




 

Cedro Rosa Digital cria Plataforma mundial de Música, em 10 idiomas,

para gerir direitos autorais e licenciar músicas, em parceria com grandes players mundiais.

Conheça mais de 3 mil músicas certificadas.


Veja como participar aqui.

0 comentário

Commenti


+ Confira também

destaques

Essa Semana

bottom of page