top of page

“Muito dinheiro no bolsoooo...” sem atitude sem chance



Todo início de ano é a mesma coisa, roupa branca para aqueles que desejam um ano repleto de paz e calmaria, particularmente acho bem pouco provável que teremos um ano assim aqui pelas bandas da “terra brasilis” afinal de contas... Acho que não preciso (e nem quero) me aprofundar nesse assunto.


Tem a galera que opta por usar rosa na hora da virada, dizem que é a cor indicada para quem busca felicidade no amor.


para quem espera um ano repleto de ardentes paixões a cor indicada é o vermelho, assim como quem busca por paz de espírito deve iniciar o ano usando roupas na cor azul.

O verde é a cor indicada para quem deseja um ano repleto de esperança e equilíbrio, assim como o violeta deve ser usado por pessoas que buscam inspiração e estabilidade, mas eu quero falar de duas outras cores desse emaranhado que talvez, e eu disse apenas talvez, induzam as pessoas na hora da escolha das vestimentas para a virada do ano, amarelo e laranja.


Dizem que usar amarelo no início do ciclo é perfeito para pessoas que almejam dinheiro e riqueza, e que a cor laranja é a indicada para quem busca sucesso monetário, o que me leva ao título desse artigo, na verdade ao trecho da música que entoamos todos os anos no encerramento do ciclo do Planeta Terra em torno do Sol, o que por si só já uma loucura, pelo menos para mim, a comemoração e a renovação da esperança muitas vezes sem propósitos reais de mudanças individuais.



Música para dançar, ouça a playlist.



A música começa com “Adeus ano velho, feliz ano novo”, olha que loucura acreditar que tudo vai mudar e que tudo vai ser melhor apenas porque o ciclo terrestre se completou, sinceramente não sei quem foi o gênio, e digo isso sem nenhum tipo de deboche, afinal de contas gerações após gerações a música continua a ser entoada e as pessoas continuam acreditando que tudo simplesmente será melhor.


Alguns provavelmente chamarão isso de fé, outros de loucura, eu não julgo ninguém, meu objetivo aqui é apenas pensar a respeito do assunto.

Em seguida vem a parte que diz “que tudo se realize no ano que vai nascer”, muito cômodo deixar tudo a cargo do novo ciclo, do novo ano vocês não acham?

Isso só deixa mais claro para mim como somos acomodados na grande maioria das vezes, o quanto esperamos por mudanças muitas vezes (para não dizer sempre) sem a menor perspectiva real de mudança, mudar sim, mudança nem sempre.


Mas logo em seguida vem a parte que eu mais gosto “muito dinheiro no bolso, saúde pra dar e vender”... Será que apenas eu acho essa parte, como posso dizer surreal?

Fui criado em um lar onde desde pequeno aprendemos a ter fé, a acreditar sempre e a não deixar que as dificuldades fossem empecilhos para alcançar nossos sonhos, hoje prefiro falar em objetivos.



O país passa por um momento delicado, mais uma vez não vou me aprofundar no tema porque às vezes me dá preguiça, minha intenção aqui é fomentar uma reflexão sobre coisas que estamos vivenciando para que o ano que se iniciou há alguns dias realmente seja como na canção.


“Muito dinheiro no bolso” talvez seja algo que realmente as pessoas almejam a cada novo ciclo que se inicia, e durante seu curso também, mas o que temos feito de verdade para alcançar esse objetivo?


Não vou entrar no mérito do dinheiro arrecadado por nossos governantes (observem que falei no plural, não estou passando pano pra ninguém) pelo simples fato de que não quero entrar em um estado de depressão profunda, afinal de contas as cifras que ouvimos diariamente nos meios de comunicação com toda certeza nunca chegaremos nem perto de entender o que elas realmente representam.



Muita categoria nesta playlist do Youtube!



Pagamos tantos impostos, você já parou pra pensar o quanto pagamos de impostos durante o ciclo do “feliz ano novo” e o quanto a gente tem de retorno na prática? Deixa pra lá, o jeito é a gente pensar em formas que realmente possam propiciar o tal “muito dinheiro no bolso”.

Meu filho sempre me diz que a gente não precisa ganhar dinheiro para poder investir, que a lógica é inversa, em outras palavras a gente precisa investir para poder ganhar dinheiro e associado a essa ideia vem alguns questionamentos, por exemplo, quanto você está disposto a abrir mão de algumas coisas para poder ir ao encontro do “muito dinheiro no bolso?”.


Pense nisso, talvez seja um bom começo não gastar mais do que você ganha e não achar que seu cartão de crédito é uma extensão do seu salário.

Quanto à “saúde pra dar e vender”, bom, sem saúde as chances de você conseguir “muito dinheiro no bolso” diminuem bastante então cuide sempre da sua, seja lá em que você acredita, cuide de sua saúde, mas lembre-se, não tente impor seu direito de decidir sobre ela questionando o direito de decisão do outro, isso vale para todos nós, sem exceção.

Espero que vocês tenham muita saúde e principalmente muito dinheiro no bolso, mas não é por causa da cor de roupa que você usou na virada, sempre será por causa de suas atitudes, afinal elas moldam seus comportamentos, seja para o bem seja para o mal.

Feliz Ano Novo!


Paulo Eduardo Ribeiro, do Canal Ponte Aérea, para CRIATIVOS!


 

Música.




 

Siga as Redes Sociais da Cedro Rosa.

 

Cedro Rosa cria Plataforma mundial de Música, em 10 idiomas, para gerir direitos autorais e licenciar musicas.




Músicos, compositores, bandas, mídia, produtores de cinema, streaming, TV, publicidade e games em um único ambiente digital, para negócios de licenciamento.



Abra um perfil agora


Plataforma digital permite registro, distribuição e licenciamento de músicas no mundo inteiro. Todo mundo pode escutar músicas e podcasts de graça.



A Cedro Rosa , produtora e distribuidora de conteúdos, com sedes no Rio de Janeiro, New York e Tokyo criou uma plataforma digital de administração e distribuição de músicas no mundo inteiro.


Para ter acesso, como artista, empresa ou simplesmente amante de música, basta abrir um perfil, apenas com nome e e-mail.


A plataforma digital funciona em 10 idiomas e conta com mais de 3 000 mil certificadas, prontas para serem licenciadas para sincronizações diversas em filmes, novelas, audiovisuais, games e publicidades.


Acompanhe nossas redes digitais. https://linktr.ee/cedrorosa


Compositores, bandas e artistas podem registrar suas musicas e fazer contratos de distribuição e licenciamento e empresas da midia como TVs, Radios, produtoras de cinema e conteudo em geral podem licenciar essas obras devidamente certificadas diretamente na plataforma.



Comentarios


+ Confira também

destaques

Essa Semana

bottom of page