top of page

Algo a Dizer



 

Queria te dizer

que te persigo

como se fosses minha alma

numa vitrina descomposta por crianças.

Meus pés estão cansados

de devorar a areia de territórios vazios,

e a pulsação de minha sina,

ofegante, desliza por um abismo

mergulhado em letargia.

 

Queria te dizer

que o que repete meu canto é o silêncio

e sobrevivem nele

mil espelhos apagados.

Meu poema me transmite tua voz

e prolonga as descendências do teu corpo.

Minha palavra não tem memória,

meu planeta não tem segredos

e meu povo é submisso.

 

Queria te dizer

que minha pele está repleta de mistérios

que só esperam tuas unhas

para se decifrarem em ferrovias.

Uma rua me persegue, indefinida,

e não termina onde me acho

nem onde te encontro.

 

Queria te dizer

o que não basta te dizer,

porque não basta ser sincero

para reproduzir a flor que tenho nas mãos.

Por isso me calo enquanto não te escrevo,

enquanto não te elucido por completo,

enquanto não te descubro em meus sentidos.


 

Leia mais!

 

Ouça!



Instrumental brasileiro



 

Cedro Rosa Digital cria Plataforma mundial de Música, em 10 idiomas,

para gerir direitos autorais e licenciar músicas, em parceria com grandes players mundiais.

Conheça mais de 3 mil músicas certificadas.


Veja como participar aqui.

0 comentário

Comments


+ Confira também

destaques

Essa Semana

bottom of page