top of page

A Tempestade, de Carlos Fernando Gross

Carlos Fernando Gross, especial para CRIATIVOS!


Carlos Fernando Gros
Carlos Fernando Gross

Voltava Colombo da sua primeira viagem à América, com suas duas caravelas, quando uma tempestade obrigou-o a aportar em Lisboa e não em Palos, na Espanha, que tinha financiado a sua viagem e acreditado nas suas idéias. Imaginemos que Neil Armstrong chegando da lua, no comando da Apolo 11, por causa do mau tempo, tivesse descido no Mar Cáspio, perto de Baikonour, não na Costa da Flórida, e ido conversar com Brejnev em Moscou, e não com Nixon, na Casa Branca. Este episódio da parada em Lisboa é certamente muito mais importante do ponto de vista histórico do que se pode imaginar hoje.

Portugal liderava, até a viagem de Colombo à América, todo o desenvolvimento da navegação e do comércio nas costas ocidentais da África; Bartolomeu Dias já tinha contornado o cabo da Boa Esperança e chegado a Moçambique. A travessia do Oceano Índico e a chegada à Índia eram obstáculos a serem superados rapidamente. A Espanha não tinha tradição de navegação, mas era rival de Portugal na área militar, política e cultural. Colombo chegou à Espanha de volta de sua primeira viagem, afirmando ter encontrado um caminho alternativo para as Índias. Dois meses, somente dois meses depois, a pedido da Espanha, o Papa Alexandre Borgia, nascido em Valência na Espanha, editava uma bula, concedendo aos espanhóis todas as terras descobertas a 100 léguas a oeste das Ilhas de Cabo Verde. A Índia não estava sendo descoberta, pois já comercializava com a Europa há vários séculos. A Índia já era sobejamente conhecida pelos europeus, que sabiam haver lá uma civilização importante: cidades, produção, comércio, exércitos, e não selvagens desnudos morando na selva. Um ano depois, em 1494, Portugal estabeleceu com a Espanha o Tratado de Tordesilhas passando a linha de 100 léguas, determinada pela bula papal, para 370 léguas. Porque Portugal estava tão preocupado em alterar o limite desta linha longitudinal, se a Índia estava, como todos sabiam, a leste das ilhas de Cabo Verde? O que Portugal queria proteger? A costa africana e o caminho para as Índias? É evidente que tanto portugueses como espanhóis tinham conhecimento de que novas terras tinham sido descobertas. Colombo tinha sido navegador a serviço de Portugal por muitos anos e era casado com uma nobre portuguesa. O que fez ele em Lisboa na volta de sua viagem? Que contou ele ao Rei Dom João II? Colombo não era um visionário lunático, como a história quer mostrar. Sabia que não tinha chegado às Índias, porque as novas terras nada tinham a ver com as informações precisas que possuía da Ásia. Sem contar que voltou à América mais três vezes, onde não encontrou comerciantes árabes e nem especiarias. Colombo era um homem culto e poderoso, cujo envolvimento se dava diretamente com reis, rainhas, potentados e sábios. Em 1500, Cabral chega ao Brasil, que estava dentro das 370 léguas do limite português. Por coincidência, por essa época, Colombo começa a cair em desgraça junto à corte espanhola. Talvez tenham finalmente descoberto o que ele tinha dito ao Rei Dom João II, em março de 1493, quando uma tempestade levou-o a Lisboa. Estranhíssima a tempestade e fascinante este curto período de oito anos, que vai de 1492 até 1500.


Leia mais!

 

A Cedro Rosa produtora e distribuidora de música e conteúdos, com sedes no Rio de Janeiro, New York e Tokyo.


Sua plataforma digital funciona em 10 idiomas no mundo inteiro e conta com mais de 3 000 mil certificadas, prontas para serem licenciadas para sincronizações diversas em filmes, novelas, audiovisuais, games e publicidades.



Abra um perfil na Cedro Rosa e acompanhe nossas redes digitais. https://linktr.ee/cedrorosa


Compositores, bandas e artistas podem registrar suas musicas e fazer contratos de distribuição e licenciamento e empresas da midia como TVs, Radios, produtoras de cinema e conteudo em geral podem licenciar essas obras devidamente certificadas diretamente na plataforma.


0 comentário

+ Confira também

destaques

Essa Semana

bottom of page