top of page

Uma carta de amor ao Bip Bip




Queridos amigos do Bip Bip, esta é uma carta de amor.


Uma carta de amor pelo nosso botequim. Mais uma vez, o Bip precisa do socorro da gente pra não desaparecer.


Um novo sinal vermelho se acendeu no início de março – coincidentemente, quando a morte do Alfredinho, nosso Neném, tão imensamente inesquecível, completou dois anos.

Como se sabe, por falta de condições seguras pro funcionamento de um boteco musical tão miúdo, com seus 18 metros quadrados, o Bip Bip está fechado desde março de 2020.

Nesse período, só foi possível pagar as despesas fixas mensais do bar graças à generosidade de seus amigos, que responderam à bem-sucedida campanha de financiamento coletivo iniciada em junho passado.


Agora, o caixa está novamente zerado. A partir de abril, não haverá dinheiro pra mais nenhuma despesa.


Apesar das dificuldades de 2020, com seus dias tão devastadores, toda a ajuda que o Bip Bip sempre deu a projetos sociais foi mantida. E assim também se manteve nestes dois primeiros meses de 2021.


Alfredinho do Bip Bip, na gravação do filme PARTIDEIROS.


Reiteramos aqui uma das justificativas da campanha de junho passado: nosso botequim ajuda, mensalmente - porque assim queria o Alfredinho -, os Médicos Sem Fronteiras, a Fundação Abrinq, a Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD), uma cooperativa de pintores com a boca e os pés, a Associação Brasileira dos Portadores de Hepatite (APBH), o Fundo Cristão de Solidariedade, a Pastoral do Menor e também distribui cestas básicas a algumas famílias do Cantagalo/Pavão-Pavãozinho e ampara amigos músicos no aperto, por doença ou penúria, cujos nomes ele, Alfredo, na sua compaixão, não permitia revelar.


Somadas essas doações aos custos do botequim fechado – luz (o valor mínimo continua sendo cobrado), água, condomínio, IPTU, demais impostos, contador –, o Bip Bip, atualmente, precisa, todo mês, de R$ 9.700 pra não deixar de existir.


O bar, como também já dissemos, não tem fins lucrativos. Jamais teve, desde que Afredinho o assumiu, em 1984.



 

Escute o CD "RODA DE SAMBA NO BIP BIP".


Colabore aqui!



 

Por isso, esse novo pedido público de socorro. Pela necessidade de manter o Bip Bip vivo.

Mais uma vez, elaboramos um projeto de financiamento coletivo pra que o botequim consiga minimamente se manter até que a vacinação permita a reabertura.

Todo o processo, como na campanha passada, será transparente e informado, passo a passo, a quem puder colaborar.


Cada colaborador vai receber uma lembrança de seu gesto de solidariedade. As recompensas serão informadas em breve.


Até tudo isso vai passar, e o tempo da nossa esperança e do nosso sonho chegar, o Bip Bip vai precisar resistir. Resistirá. Resistiremos.



Rio de Janeiro, março de 2021



NOTA.

Os doadores receberão arquivos MP3 do disco RODA DE SAMBA DO BIP BIP, produzido pela CEDRO ROSA.


 

Artistas, playlists e projetos CEDRO ROSA

Repertório Cedro Rosa, disponível para licenciamentos e trilhas sonoras.



A Casa do Alfredo, com Gisa Nogueira.

Escute no Spotify e Youtube.





40 Anos do Clube do Samba - CD + Show de Lancamento + Documentário

Escute Diogo Nogueira!






A obra musical de Mário Lago em uma linda discografia, na Cedro Rosa.




Eu Acho que é Amor, de Tuninho Galante e Marceu Vieira

Escute na Spotify e Youtube



Cedro Rosa cria plataforma digital que permite registro, distribuição e licenciamento de músicas no mundo inteiro. Qualquer pessoa ou empresa pode licenciar as obras para trilhas sonoras diversas. Tudo online!


A Cedro Rosa , produtora e distribuidora de conteúdos, com sedes no Rio de Janeiro, New York e Tokyo criou uma plataforma digital de administração e distribuição de músicas no mundo inteiro.


Para ter acesso, como artista, empresa ou simplesmente amante de música, basta abrir um perfil, apenas com nome e e-mail.


A plataforma digital funciona em 10 idiomas e conta com mais de 3 000 mil certificadas, prontas para serem licenciadas para sincronizações diversas em filmes, novelas, audiovisuais, games e publicidades.



Abra um perfil na Cedro Rosa e acompanhe nossas redes digitais. https://linktr.ee/cedrorosa


Compositores, bandas e artistas podem registrar suas musicas e fazer contratos de distribuição e licenciamento e empresas da midia como TVs, Radios, produtoras de cinema e conteudo em geral podem licenciar essas obras devidamente certificadas diretamente na plataforma.



Siga as redes sociais da Cedro Rosa.

 

Compositores, músicos e artistas estão na Cedro Rosa

Produtores de TV, Cinema, Video, Teatro e Publicidade estão na Cedro Rosa.

Jornalistas e escritores estão na Cedro Rosa.

Você também pode estar na Cedro Rosa.

Abra um perfil agora.

Plataforma Cedro Rosa Online, em 10 idiomas.



+ Confira também

destaques

Essa Semana

bottom of page