top of page

O Metaverso é Real!


O metaverso dominou a mídia, empresas, profissionais e noticiários nos últimos meses. A combinação de várias tecnologias permitiu a criação de inúmeros projetos, produtos e investimento, principalmente no universo gamer, onde o metaverso vem facilitando a convergência dos domínios físicos e digitais através das tecnologias 3D, VR e da Realidade Aumentada. E é através de toda essa experiência de imersão que o metaverso possibilita a criação de projetos incríveis desde experiências em desfiles da indústria da moda, à medicina experimental e também outros negócios. Para as empresas de entretenimento o metaverso é um terreno oportuno já que, segundo a Bloomberg Intelligence, estima-se que o metaverso é a próxima grande plataforma de tecnologia que atrairá players com uma oportunidade de mercado de US$ 800 bilhões até 2024. Na prática, a combinação de todos esses recursos permite que os usuários possam se conectar e viver como se estivessem em um ambiente digital de interações, visualizações e conectividade. E dentro desse contexto, metaverso e propósito podem se unir!


Scott Galloway, professor da Universidade de Nova York palestrando sobre as principais tendências do universo de big techs e inovação, apresentou em março deste ano suas apostas e visão sobre o metaverso. Segundo ele, o metaverso é muito mais sobre ouvir e menos sobre ver. Para ele, o conceito tem muito menos a ver com o filme Matrix, sobre uma realidade virtual paralela, e muito mais com Her, onde os humanos interagem cada vez mais com máquinas e devices auditivos. O áudio desempenha um papel fundamental para facilitar a interação totalmente imersiva, com os sons que você ouve ajudando a transportar sua mente e a dar vida aos ambientes virtuais. A exemplo disso, algo que já vem evoluindo no universo gamer são os anúncios em voz. Imagine você estar imerso no metaverso e poder ouvir em uma rádio, dentro do ambiente em que está, anúncios de marcas e artistas, ou conseguir ouvir sons relacionados aos ambientes e marcas que você já tem contato no mundo real, como por exemplo o som de um carro específico ou a música ambiente de uma loja. A experiência em áudio poderá potencializar o marketing sensorial neste novo mundo virtual que viveremos.


Já no Brasil, e seguindo esse fluxo de convergência entre a área de jogos digitais e a realização de experiências audiovisuais, uma história que merece ser contada é a do estúdio carioca Heartbeat GT, fundado em 2020 a partir do sonho de se “ganhar a vida com jogos”, essa equipe de cinco desenvolvedores tem recentemente alçado voos muito mais ambiciosos, como a conquista do 2º Lugar na BGS HOME JAM e o lançamento do seu podcast sobre tecnologia e cultura digital, que vem sendo distribuído entre as mais diversas plataformas de áudio e no Youtube.


Confira nos links abaixo um pouco mais sobre o trabalho da Heartbeat Game Studio:


 

Gravações o vivo, Transmissões em Sreaming, na CR Streaming Live.


Podcasts, Lives com traduçao simultânea e descrição em libras.

informações: contato@cedrorosadigital.com.br

 

Música



Por dentro da Cedro Rosa, com DJ Falcão



 

Cedro Rosa Digital cria Plataforma mundial de Música, em 10 idiomas,

para gerir direitos autorais e licenciar músicas, em parceria com grandes players mundiais.

Conheça mais de 3 mil músicas certificadas.


Veja como participar aqui.


 

Música.



Comentarios


+ Confira também

destaques

Essa Semana

bottom of page