top of page

Nascer e renascer



Nascer tem em si um valor intrínseco de passar a existir em uma individualidade que é única. Mas renascer, ao longo da vida, é a escolha pelo recomeço. Recomeço esse que pode ser o de recobrar a identidade perdida ou reconstruir-se em uma nova faceta totalmente diferente, permitindo-se transmutar o que não encaixa mais. Ao iniciar um novo ciclo, muitas vezes quebrando velhos padrões, requer e demanda atos de coragem, estratégia e persistência. É a superação do velho e o querer real alcançar novos patamares, conquistar novas metas, abrir novos horizontes. É desfazer do que definitivamente não vale mais a pena, romper paradigmas, desatar nós do que não serve e não levará ao resultado que se deseja.

Renascer é aprender a se amar e confiar em seu próprio potencial, investindo para chegar na melhor versão possível. É se perdoar e saber se acolher quando errar, mas compreender que erros fazem parte do crescimento e da superação. É alçar voo em novos rumos, oportunidades, desafios, experiências. É ter coragem de enfrentar barreiras e bloqueios mesmo que a reação inicial seja resistência. É saber seu próprio valor, seus limites e até onde está disposto a ir sem se desrespeitar. É saber o momento de começar, de seguir adiante, mas também de parar.

É dar exemplo do que diz querer dos outros e do mundo. É assumir a responsabilidade pela própria vida e felicidade. É cuidar e fazer por si sem esperar um salvador que te tire de onde você mesmo se colocou. É ter disciplina em cumprir as “listas” de metas para chegar aonde quer, como uma construção diária de autocuidado que nunca terminará. É cercar-se de quem combina com você e eliminar da convivência quem é incompatível ou que poderá, no longo prazo, te puxar para trás ou te prejudicar. É investir em quem vai te colocar carinhosamente para cima, mas também irá te falar amorosamente o que você precisa escutar. É ter quem torça genuinamente por você naquilo que quer conquistar. E que segure sua mão nos momentos que a vida te apertar. É ter quem te abrace quando você só quer chorar. É ter quem conte histórias e ria em momentos descontraídos e em acontecimentos divertidos (e desastrosos) que experimentará.

Recomeçar é identificar quem irá entender sua essência para você não precisar passar a vida toda traduzindo sua alma.

É o reinício na esperança de dias melhores. É apreciar a caminhada tanto quanto o resultado final. É não mais se acomodar e se contentar com menos do que pode ter só por ser o mais fácil, confortável ou familiar. É saber que o tempo vai passar de qualquer maneira e nada melhor do que aproveitar como ele te favorecerá. É entender que a vida que se tem é reflexo das escolhas que se faz. Recomeçar é ter sabedoria por decisões inovadoras para alcançar patamares superiores.

Nascer não foi uma escolha sua, você está aqui por decisão de outras pessoas. Mas renascer é. É uma escolha por celebração e gratidão pela oportunidade de existir.

Às vezes, ao longo da vida, você se percebe como um pássaro dentro de uma gaiola com a jaula aberta ou até mesmo em um campo de batalha que você não recorda como foi parar lá. Renascer também é despertar desses momentos em que sua mente está tomada por uma inconsciência inexplicável. Maturidade vem de entender o momento de levantar (ou abaixar) a espada que te defenderá ou até mesmo saber o momento certo de abrir suas asas para voar. É ter o ato de liberdade e coragem que tudo mudará. É aproveitar as janelas de oportunidades únicas que lhes são apresentadas na vida e que transformam todo o resto de como tudo se desencadeará.

Que você se permita o redescobrimento e renovação de uma nova vida livre, leve, amorosa, destemida e desimpedida todos os dias para seu desabrochar.


Joana Machado Valladares Padua, para o portal CRIATIVOS!

 

A cultura e a economia criativa desempenham um papel crucial no desenvolvimento intelectual, geração de renda, empregos e promoção do crescimento econômico. Aqui estão cinco exemplos que ilustram esses impactos:

  1. Estímulo à criatividade: A cultura e a economia criativa inspiram a inovação e o pensamento crítico, proporcionando um terreno fértil para o desenvolvimento intelectual.

  2. Empregos e Renda: Setores criativos, como música, cinema e design, empregam milhões de pessoas globalmente, gerando renda e oportunidades econômicas.

  3. Promoção da diversidade cultural: A cultura criativa celebra a diversidade cultural, enriquecendo a sociedade e promovendo a tolerância.

  4. Atratividade turística: Eventos culturais e criativos atraem turistas, impulsionando o turismo e o desenvolvimento econômico local.

  5. Inovação tecnológica: Setores criativos frequentemente impulsionam avanços tecnológicos, beneficiando toda a economia.



A Cedro Rosa Digital é um exemplo notável de como a economia criativa contribui para a música independente. Essa plataforma oferece um ambiente digital que permite a artistas independentes promoverem sua música, alcançarem novos públicos e gerarem receita. Além disso, a Cedro Rosa Digital fornece ferramentas e recursos para que músicos independentes aprimorem suas habilidades e construam suas carreiras.


Grandes artistas da música independente internacional, nesta playlist Cedro Rosa / Spotify.




Assim, a Cedro Rosa Digital desempenha um papel vital no desenvolvimento da música independente, fornecendo oportunidades de crescimento econômico para artistas e promovendo a diversidade cultural, enquanto estimula a criatividade e o desenvolvimento intelectual nesse setor.


Escute essa playlist de artistas da Cedro Rosa.



0 comentário

Comments


+ Confira também

destaques

Essa Semana

bottom of page