top of page

UMA NEGOCIAÇÃO EM ÉFESO DE HERÁCLITO, PAI DA DIALÉTICA


João Batista Damasceno, jurista

Muitas das cidades da Antiguidade que conhecemos como gregas ficam onde hoje é a Turquia. Dentre elas está Éfeso, para cujos habitantes São Paulo escreveu um dos livros da bíblia. É igualmente citada mais de uma vez no Apocalipse.


A cidade de Éfeso era famosa pelo Templo de Ártemis, uma das sete maravilhas do mundo antigo. Mas havia outros notáveis monumentos, dentre os quais um teatro capaz de abrigar cerca de 25.000 espectadores, um dos maiores do mundo. O Templo de Ártemis era uma esplendorosa edificação, com 80 metros de comprimento e 50 metros de largura.


Éfeso era a segunda mais importante cidade ao tempo do Império Romano, atrás apenas de Roma. As ruínas de Éfeso são uma atração turística internacional e local, notadamente por seu fácil acesso, por avião ou pelos cruzeiros que aportam em Kusadasi, nas proximidades. Em 2015, a UNESCO listou Éfeso como Patrimônio da Humanidade.


A importância de Éfeso não era apenas por sua riqueza material, pois nela se destacavam iniciativas culturais como escolas filosóficas; escola de magos e muitas manifestações religiosas, sendo a mais significativa em torno de Ártemis, a deusa do meio ambiente, conhecida como Diana pelos romanos, a deusa da fertilidade.


Enquanto admirava e fotografava o templo de Ártemis, um morador local se aproximou mostrando-me ilustrações de como era o templo. Pensei tratar-se de um guia turístico. Mas logo ele me mostrou um catálogo com moedas antigas. Em seguida, olhando para os lados como se estivesse cometendo alguma ilegalidade, enfiou a mão num dos bolsos e tirou quatro moedas. Eram similares a algumas que estavam no catálogo. Simulando choro o rapaz me disse que viera à noite, cavara e encontrara tais moedas e que somente as estava vendendo porque sua mãe estava morrendo.


As moedas mostradas tinham a efígie de César, Calígula, Constantino e a outra o símbolo de Éfeso, uma abelha. Esta datada de cerca de 400 a.C.


Sempre olhando para os lados, para simular estar vendendo produto proibido, o rapaz me pediu €200 (duzentos euros) pelas quatro moedas. Não me fiz de rogado. Ofereci €2 (dois). Ele ofertou por €100 (cem). Eu insisti: €2 (dois). Ele baixou para €50 (cinquenta) e eu mantive a oferta: €2 (dois).


moedas falsas-verdadeiras. fonte: João Damasceno

Ele simulou desistir da venda e ir embora. Mas voltou e me entregou as moedas. Numa mão entregou-me as moedas e noutra o catálogo. Pediu que eu as comparasse com o catálogo. E fez mais uma proposta: €20 (vinte). Eu retruquei: €2(dois) e tentei lhe devolver as moedas. Ele não as aceitou e disse: €10 (dez). Eu mais uma vez retruquei: €2 (dois). Desanimado, ele falou: €5 (cinco). Eu mantive minha proposta: €2 (dois). Ele aceitou. Paguei-lhe os dois euros e coloquei as moedas no bolso. Minha mulher já estava impaciente com a pechincha e minha sogra ria de toda a situação.


Terminamos o passeio e pegamos um taxi para voltar a Kusadasi, onde estava aportado o navio. Sentei ao lado do taxista e tão logo ele deu partida lhe mostrei as moedas. Ele não pensou duas vezes e falou: - São falsas!

Eu lhe respondi: - Eu sei.

Ele retorquiu: - Mas eu tenho as verdadeiras!


Nem deu tempo de começar uma nova negociação. Minha mulher, que estava no banco de trás e antevia uma nova pechincha, exclamou: - Damasceno, você para!


 

Show em homenagem ao CLUBE DO SAMBA reúne grandes músicos, compositores, filhos e netos dos fundadores

Evento faz parte do longametragem, uma coproducão da Cedro Rosa e TV Cultura de São Paulo

Ultimos ingressos á venda (90% esgotado)





Escute aqui o repertório do show, o disco já está nas plataformas digitais.



Cedro Rosa Digital: Potencializando a Economia Criativa na Música Independente Global


A Cedro Rosa Digital, fundada pelo produtor e músico Tuninho Galante, emerge como um impulsionador da economia criativa na música independente. Especializada na certificação e distribuição de músicas, a empresa desempenha um papel crucial na geração de empregos e renda para a cadeia produtiva do setor.



A interseção entre literatura, cultura e artes encontra expressão direta na missão da Cedro Rosa Digital , que visa fortalecer comunidades independentes ao redor do mundo. Ao certificar e distribuir obras, a empresa não apenas valida a autenticidade artística, mas também cria condições para que artistas independentes gerem valor e renda substancial.


Numa era onde a criatividade molda destinos, a Cedro Rosa Digital se firma como uma peça fundamental na construção de um cenário vibrante para a música independente.

0 comentário

Comments


+ Confira também

destaques

Essa Semana

bottom of page