top of page

Spleen (Baudelaire, tradução de Jorge Pontual)




São tantas lembranças, que sinto ter mil anos.


Gavetas entupidas de notas e planos,

promissórias, poemas, cobranças, canções,

e mechas de cabelo entre intimações,

guardam menos segredos que o meu triste cérebro.

É uma pirâmide, um gigantesco féretro

mais pesado de mortos que a vala comum.


- Sou cemitério sem lua, cafarnaum

onde rastejam vermes longos e gulosos

que devoram sempre meus mortos mais saudosos.


Sou um velho boudoir com mofados buquês,

roupas fora de moda sobre os somiês,

onde só as ninfas nos pastéis desbotados

aspiram o odor dos frascos destapados.


Não há nada mais longo que os trôpegos dias

debaixo do inverno das neves mais frias,

quando o tédio, fruto da morna indiferença,

ganha imortalidade e onipresença.


- Agora não és mais, ó ser superior,

que um granito cercado de um vago pavor,

dormindo no fundo do deserto à socapa,

velha esfinge esquecida, perdida no mapa,

mas que não perde o brio e ainda faz farol,

cantando seus versos à luz do pôr-do-sol.


 

Música


 


Trilhas sonoras que podem ser licenciadas a partir de $ 9 reais, para videos em redes sociais!

Abra agora um perfil na Cedro Rosa Digital.


Plataforma musical reune artistas, compositores e usuários comerciais de música, como TV, publicidade, rádios e internet para pesquisar, escutar e licenciar obras certificadas para trilhas sonoras diversas. Qualquer um pode abrir um perfil apenas com nome e e-mail.


Veja como funciona.


 



Comments


+ Confira também

destaques

Essa Semana

bottom of page