top of page

Paciência!



O cantor e compositor pernambucano “Oswaldo Lenine Macedo Pimentel”, mais conhecido como Lenine conseguiu expressar como ninguém o real sentido da palavra “paciência” em sua obra prima em forma de canção.


Aliás, esse é também o título da belíssima composição.


Quanta pretensão a minha querer abordar o mesmo assunto em um texto totalmente despretensioso, mas refletir sobre o autocontrole emocional em tempos de pandemia me parece natural, e querer se falar sobre “paciência”, pelo menos para mim, se faz necessário.

Talvez por isso eu tenha optado por colocar um ponto de exclamação no título, não quero que comparações sejam feitas, não seria justo comigo, além do fato de não haver base para tal, Lenine é um gênio, eu sou um professor esforçado metido a escritor, mas só de vez em quando.


A citação ao poeta recifense é apenas uma forma de homenagear o cantor/compositor, pois não pretendo aqui usar o artista ou sua obra como parte da minha reflexão.

Eu tive Covid-19 em junho desse ano, e com a doença aprendi na marra o que paciência significa.


Confesso que ouvi muita música durante o período em que estive internado, mas não ouvi nenhuma vez a música que citei no início desse texto.


Talvez por esquecimento, por não ter a sensibilidade de quanto ela poderia me ajudar naquele momento, enfim, eu a tenho em minha playlist e mesmo assim preferi outras canções que me fizessem não pensar em tudo aquilo que estava acontecendo comigo, mas que de alguma forma garantissem minha paciência.


Como algumas pessoas resistem há tantos dias em quartos de hospitais geralmente pequenos, muitas vezes compartilhados e que apresentam condições que só mesmo muita paciência é capaz de explicar minha indagação.


Talvez seja uma qualidade adquirida com o passar do tempo, com o avanço da idade, mas talvez seja algo inerente a algumas pessoas, difícil entender como isso se estabelece de maneiras diferentes nos indivíduos.


Paciência no trânsito, por exemplo, o que justifica perder a calma e entrar em pico de estresse quando nos deparamos com essa situação, tão corriqueira nas grandes cidades ao redor do mundo, sendo que não somos os detentores das variáveis que poderiam resolver ou pelo menos amenizar essa situação.


Paciência no trabalho com o chefe, com os clientes, fornecedores, subordinados, mas tudo acaba sendo colocado na conta da correria do dia a dia, nas obrigações que são muitas vezes maiores do que somos capazes de desempenhar, talvez parte (pra não dizer grande parte) da culpa seja nossa, por não sabermos dizer não ou talvez para evitar que a outra parte perca a paciência.


Paciência com o vizinho que canta alto nos finais de semana, ou com o cachorro dele que resolve latir por volta das 22 horas em resposta ao seu cachorro, mas perder a paciência com o nosso bichinho é muito menos provável do que perder a paciência com o bichinho dos outros.


Paciência na caixa do supermercado que de maneira impressionante parece deixar claro que todas as filas, sem exceção, “andam” muito mais rápidas do que a que você está.

Mudar talvez seja uma opção, mas ao fazê-lo você se vê empacado novamente enquanto as outras filas continuam “andando” muito mais rápido.


Com certeza o problema não é a fila, então escolha uma fila e fique, olha que ótima maneira de exercitar sua paciência.

Aula remota com conexão oscilando, ruídos que atrapalham por estarem muito próximos, no mesmo ambiente em que estou, ou o ruído proferido pelo descuido do microfone aberto que faz você quase ter motivo real para perder a paciência quando percebe o alvo das críticas é você. Haja paciência.


Foram sete dias internado, sete longos dias e hoje, quase dois meses depois daquela noite de segunda-feira quando fui informado que teria alta, ainda sinto o peso da doença em minhas costas, na verdade em meus pulmões.


Beber um copo d’água é motivo de cansaço, me deslocar do estacionamento até a sala é como correr uma maratona, pegar peso, correr ou tentar se deslocar um pouco mais rápido, tudo isso me faz sentir um cansaço sem explicações.


Não, nada disso pode mexer com meu autocontrole emocional, mesmo que seja preciso aprender a meditar com aquela amiga querida de infância, afinal de contas situações como as relatadas aqui continuarão acontecendo, posso adoecer novamente, ter que ser internado novamente, mas vamos com calma, agora é preciso recuperar tudo que foi comprometido por causa da Covid.


Qual a melhor alternativa então?


Seguir os conselhos do meu pneumologista, pessoa de suma importância nesse processo de recuperação que depois de ouvir toda minha história com a doença e tudo que tenho vivido depois de ter superado o combo completo que incluiu perda do olfato, do paladar, dores pelo corpo, saturação baixa e diabetes nas nuvens só pra citar alguns problemas, olhou no fundo dos meus olhos e com toda calma e sabedoria do mundo me disse...

“PACIÊNCIA MEU RAPAZ... PACIÊNCIA”.


Paulo Eduardo Ribeiro, do Canal Ponte Aérea, para CRIATIVOS!


 

O que rola na internet?



25 horas Música de qualidade para relaxar!


 

Músicos, compositores, bandas, mídia, produtores de cinema, streaming, TV, publicidade e games em um único ambiente digital, para negócios de licenciamento.



Abra um perfil agora


Cedro Rosa cria plataforma digital que permite registro, distribuição e licenciamento de músicas no mundo inteiro. Todo mundo pode escutar músicas e podcasts de graça.

Tudo online!



A Cedro Rosa , produtora e distribuidora de conteúdos, com sedes no Rio de Janeiro, New York e Tokyo criou uma plataforma digital de administração e distribuição de músicas no mundo inteiro.


Para ter acesso, como artista, empresa ou simplesmente amante de música, basta abrir um perfil, apenas com nome e e-mail.


A plataforma digital funciona em 10 idiomas e conta com mais de 3 000 mil certificadas, prontas para serem licenciadas para sincronizações diversas em filmes, novelas, audiovisuais, games e publicidades.


Acompanhe nossas redes digitais. https://linktr.ee/cedrorosa


Compositores, bandas e artistas podem registrar suas musicas e fazer contratos de distribuição e licenciamento e empresas da midia como TVs, Radios, produtoras de cinema e conteudo em geral podem licenciar essas obras devidamente certificadas diretamente na plataforma.



Comments


+ Confira também

destaques

Essa Semana

bottom of page