top of page

Os cães ladram e Anitta dança e passa. E eu prefiro Funk ao Sertanojo




Não há como negar que Anita é hoje um dos mais bem acabados produtos desses nossos tempos de vertiginosa aceleração tecnológica. Redes Sociais com as rédeas e todos os demais quejandos no apoio, catapultaram a menina, de vez. Há quem diga que neste espaço globalizado que insistimos chamar de mundo, ela é apena a Madonna da vez. Pode ser. Mas não devemos esquecer que ela saiu daqui, dessa atual surda-muda colônia brasilis, que, convenhamos, não está com essa bola toda para emplacar uma estrela a nível mundial. Anitta não é desprovida do sopro de criatividade, de sensibilidade. Como a própria Madonna com todos aqueles exageros, não me chamava a atenção, não me atraia em nada, mas me agradou na pele de Evita Peron.


Recentemente a menina resolveu se posicionar contra esse laboratório doentio que fermenta o delírio de fazer do país o 4º Reich. Foi apedrejada pelos óbvios e pelos que acreditam que estamos vivendo num Estado Democrático de Direito. Foi também o bastante para ser execrada pelos segmentos mais conservadores, na verdade, reacionários, da sociedade. Alguns deles se camuflando numa retórica de crítica ao gênero musical da moça, ou de suas performances em clipes “nada aceitáveis” ou da sua forma de tocar a própria vida. A ponto de um desses sertanejos, que são paridos em barrigadas com apoio do agronegócio (o agro é pop), criticá-la de público pela escolha da parte do corpo escolhida para uma tatuagem. O que ele tem com isso? Ela colocou botox, fez lipo, mexeu aqui, fez aquilo ali, ora! O corpo é dela. A tatuagem em questão, todos sabem, está naquele local de onde saem dejetos do mesmo tipo dos que saem da boca do tal sertanejo. Sejam faladas, sejam cantadas.


E o bombardeio à cantante e dançante, aumentou em dimensões paquidérmicas, deixando a OTAN no chinelo, depois que ela não só se opôs “ao que está aí”, como declarou seu voto no ex-presidente Lula. O pau quebrou. Num show em Portugal ela fez o “L” para delírio da plateia e, explosão nas Redes. Teve bolsomínion infartando por aqui. E até alguns seguidores fundamentalistas, reproduzindo o desespero do seu líder, indagaram ao vento: “E quantos votos tem Anitta?”.

Ela pode não ter votos, meus caros, mas a partir do apelo que ela fez à garotada, o número de títulos tirados por jovens até 17 anos cresceu 30%, segundo matéria da Veja. E a última pesquisa do DataFolha mostrou que nesse segmento, Lula dá uma surra de 51% a 20% no indigno atual inquilino do Palácio do Planalto. Anitta é uma aliada inesperada, mas, que vai ajudar muito Lula a tentar fazer o país a voltar a sorrir. Reencaminharmos um destino mais democrático para o Brasil. Afinal a moça tem aproximadamente 80 milhões de seguidores nas Redes. Friso que não basta eleger Lula. Precisamos um Congresso decente e de um inédito Tribunal de Nuremberg. Foram muitos crimes.


Antes de Lorde Voldemort se estabelecer entre nós com seu império de trevas, seria impensado eu estar aqui a usar esse espaço para falar de uma estrela do Funk. Não sou muito de ouvir, mas prefiro Funk (fora o proibidão) às chorumelas invertebradas reverberadas por essas duplas do chamado sertanejo universitário. Coisa horrível. E é a segunda vez que falo da Anitta. A vez anterior foi motivada pelas tais críticas públicas feitas por um desses que logo estará condenado ao ostracismo. E como cidadã ela teve uma postura impecável. Não é petista, não é lulista, mas não é alienada como tantos outros limpinhos e cheirosos. Consegue antever o ralo para o qual essa turma que ocupa o poder, está levando o país. Mais uma vez, parabéns a Anitta.


“Eu posso conquistar tudo que eu quero Mas foi tão fácil pra te controlar Com jeito de menina brincalhona A fórmula perfeita pra poder te comandar

Pensou que eu fosse cair mesmo nesse papo Que tá solteiro e agora quer parar Eu finjo, vou fazendo meu teatro E te faço de palhaço, pra te dominar” (Meiga e abusada - Larissa De Macedo Machado / Jefferson Almeida Dos Santos Junior / Claudia Regina Araújo Teles)


PS: Solidariedade e aplausos ao casal de atores Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso, pela reação ao ato racista contra seus filhos, cometido por uma senhora sábado passado em Portugal. Giovanna reagiu e partiu pra cima da agressora. O fato aconteceu em um restaurante, na Costa da Caparica. Os atores entraram com queixa crime contra a racista. Parabéns a eles. Racismo é crime e tem que ser combatido, sempre.


NOTA DO EDITOR

Artistas. sertanejos estão se fartando de verbas secretas do Governo Bolsonaro/Lira, fazendo shows por caches acima de R$ 1 milhão em municípios entre 7 e 20 mil habitantes, alguns em calamidade por chuvas, fome, pobreza crônica. O caso foi relato em uma matéria no O Estado de São Paulo e replicada em vários veículos.

 

Música



 

Cedro Rosa Digital

Plataforma musical reune artistas, compositores e usuários comerciais de música, como TV, publicidade, rádios e internet para pesquisar, escutar e licenciar obras certificadas para trilhas sonoras diversas. Qualquer um pode abrir um perfil apenas com nome e e-mail.


Mas como funciona?

 

Leia mais



 

Evandro Lima e seu lindo trabalho musical, no Youtube / Cedro Rosa.



Comentarios


+ Confira também

destaques

Essa Semana

bottom of page