top of page

LEMBRAR É PRECISO !!! parte 4



Tom Jobim, Quarteto em Cy e Aloisio de Oliveira - Foto coleção Carlos Alberto Afonso

Além de outras surpresas, o ano de 1994 – já próximo da despedida - nos reservara a rica e deliciosa experiência de assistirmos e registrarmos um ‘Encontro’ entre alguns dos ‘Deuses’ deste indiscutível generoso Olimpo da Música Brasileira.


E foi pelas divinas mãos do Quarteto em Cy que chegamos ao ESTÚDIO DOS TÉCNICOS, em Copacabana Rio, onde as “MENINAS”, com que a porção-BAHIA, de IBIRATAIA, contemplara o mundo, gravavam um de seus ‘tesouros-EM-CY’, oportunidade em que a equipe de reportagem do JORNALZINHO da Toca do Vinicius, compondo-se das duas Jornalistas universitárias – Leila Afonso e Aline Afonso – e abençoada pelo privilégio da amizade de CYVA, CYNARA, CYBELE e SONIA, estava trabalhando o Tema ‘TOM JOBIM’ com vistas à décima-primeira (e derradeira) Edição do Projeto, que, até então, já publicara RONALDO BÔSCOLI, TOQUINHO, OS CARIOCAS, CHICO BUARQUE, JOHNNY ALF, LUIS CARLOS VINHAS, CARLOS LYRA, VINICIUS NATUREZA DE MORAES, DORIVAL CAYMMI e QUARTETO EM CY e contava, também, com as ímpares contribuições do Editor Jornalista José Adilson Nunes e o Impressor Jornalista Ivan Fernandes, que, como se não bastasse a si mesmo como irretocável qualidade humana e profissional, é, também, sobrinho e filho, respectivamente, de nossos saudosíssimos Jornalistas Hélio e Millor Fernandes.


Para completar aquela equipe, ficava por conta deste septuagenário contador de histórias – que aqui vos escreve – exatamente os textos de nosso ‘JORNALZINHO da Toca do Vinicius’.

Leila Afonso e Aline Afonso colheram, durante a inesquecível experiência, excelentes matérias. Leila, suas ótimas entrevista ; Aline, suas ótimas fotos. E o Projeto da TOCA do VINICIUS, como um todo, logrou um largo passo, também, nos desdobramentos, pois, além da rara oportunidade de um contato direto com o Aloysio de Oliveira – que estava de visita, pois não vivia aqui no Brasil – vivenciou durante algumas horas o histórico processo interativo do produtor e criador do Selo Elenco com alguns de seus pares mais constantes e decisivos.


Recorrendo à avaliação magna de Roberto Menescal, por exemplo, ao lado de Ronaldo Bôscoli, o produtor musical Aloysio de Oliveira fora o mais notável divulgador da BOSSA NOVA.


Durante o Encontro, a equipe de Roberto Maia - que comandava o excelente programa DOCUMENTO ESPECIAL da TV MANCHETE – acabou reunindo materiais para municiar dois programas DOCUMENTO ESPECIAL e, sem sombra de dúvida um dos mais valiosos acervos o arquivo geral brasileiro sobre o assunto.


A Toca do Vinicius, ainda engatinhando, havia-se instalado, há aproximadamente, 1 ano – em Setembro de 1993 - na primeira das duas Sedes que sua história de 30 anos ocupou : a Rua Visconde de Pirajá, 318 – Box 27. Tratava-se de um espaço exíguo, embora portador do perfume dos pequenos frascos, segundo o velho ditado. Pois acreditem que em meio às atenções concedidas para a valiosa imprensa visitante, nosso Tom Jobim não pensou duas vezes em dizer ao líder da equipe do DOCUMENTO ESPECIAL : “ Olha aqui amigo, um lugar que vocês não podem deixar de visitar é a TOCA DO VINICIUS, lá em Ipanema “. E, com aquele seu jeitão famoso, conclui dizendo : “ Esse negócio de BOSSA NOVA é lá com a TOCA do VINICIUS.”


Uma baforada... e a certeza de que se consumaria aquilo que, de fato, aconteceu : seguindo o conselho de TOM JOBIM, a equipe de ROBERTO MAIA visitou a TOCA, que para a felicidade de todos nós e certificado histórico, acabou indo ao ar como parte integrante do programa ‘ DOCUMENTO ESPECIAL : A BOSSA NOVA’.


Pouco tempo depois do inesquecível ENCONTRO no Estúdio dos Técnicos, o GENEROSO e SOBERANO MAESTRO nos deixou. TOM JOBIM partiu em 8 de dezembro daquele mesmo ano de 1994. E seu velho e querido Amigo, companheiro de muitas lutas, o grande bem-feitor da BOSSA NOVA, produtor ALOYSIO DE OLIVEIRA, não se demorou a seguir TOM JOBIM, tendo partido, também, já em 4 de Fevereiro do ano seguinte : 1995. E, muito embora inevitáveis, estas são surpresas que jamais gostaríamos de ter. De toda forma.... LEMBRAR É PRECISO !!!


Carlos Alberto Afonso TOCA para CRIATIVOS!


 

O que Acontece de interessante na Internet?


Como gerar renda para mais de 800 mil trabalhadores das Artes, Música e Economia Criativa na Pandemia?



Hora de Escutar BOSSA NOVA!




Escute a Trilha Sonora em homenagem ao combalido Rio de Janeiro!



Nika B, da Espanha!



Música Instrumental para dar aquela relaxada (pero no mucho...)




 

Cedro Rosa cria plataforma digital que permite registro, distribuição e licenciamento de músicas no mundo inteiro.

Tudo online!


A Cedro Rosa , produtora e distribuidora de conteúdos, com sedes no Rio de Janeiro, New York e Tokyo criou uma plataforma digital de administração e distribuição de músicas no mundo inteiro.


Para ter acesso, como artista, empresa ou simplesmente amante de música, basta abrir um perfil, apenas com nome e e-mail.


A plataforma digital funciona em 10 idiomas e conta com mais de 3 000 mil certificadas, prontas para serem licenciadas para sincronizações diversas em filmes, novelas, audiovisuais, games e publicidades.



Abra um perfil na Cedro Rosa e acompanhe nossas redes digitais. https://linktr.ee/cedrorosa


Compositores, bandas e artistas podem registrar suas musicas e fazer contratos de distribuição e licenciamento e empresas da midia como TVs, Radios, produtoras de cinema e conteudo em geral podem licenciar essas obras devidamente certificadas diretamente na plataforma.



+ Confira também

destaques

Essa Semana

bottom of page