Um motor de transformações

Jossânia Veloso, para CRIATIVOS!


Diz-se da indústria e da economia criativas, respectivamente, o conjunto de negócios baseados no capital intelectual e cultural e na criatividade e o estímulo à geração de renda à medida em que promove a diversidade cultural e o desenvolvimento humano.


Embora os termos, indústria e economia criativas, existam desde a década de 1990, eu nunca tinha prestado atenção neles. Talvez, pelo fato desses conceitos serem tão claros e tão óbvios, mesmo antes de alguém parar para concebê-los. Afinal, toda indústria humana não é criativa? O que é o homem, senão pura criatividade?