“Grande demais para falhar” - A Experiência CD Projekt em Cyberpunk 2077


Eduardo Brasil


Marcin Iwińsk Co-Founder and CEO of CD Projekt - Arquivo Eduardo Brasil

“Grande demais para falhar”... Essa era a ideia que tínhamos a respeito do maior lançamento gamer de 2020, desenvolvido pela CD Projekt Red.


O jogo Cyberpunk 2077 foi anunciado em 2012 com um teaser e teve o seu primeiro trailer divulgado em 2013, dando início a sua pré-produção somente a partir do ano de 2016. Com diversos anúncios e algumas gameplays reveladoras entre os anos de 2018 e 2019, Cyberpunk 2077 teve a sua data de lançamento prevista para 16 de abril, sendo que esta foi adiada para 17 de setembro e depois teve o prazo estendido para 19 de novembro, para só então, termos a confirmação e o lançamento oficial no dia 10 de dezembro de 2020, ou seja, o lançamento do projeto digital que demorou cerca de 8 anos para ser concretizado.


Com um marketing intenso e orçamento superior a 314 milhões de dólares (fonte: SMASH, Nintendo, 11/2020) este case de desenvolvimento da CD Projekt tornou-se uma das maiores decepções da indústria game nos últimos anos revelando desde problemas técnicos a elementos de jogabilidade que foram amplamente criticados (principalmente nas versões de PlayStation 4 e Xbox One). Depois de inúmeras queixas, em 17 de dezembro desse mesmo ano, a Sony removeu o jogo de sua plataforma PlayStation Store, oferecendo o reembolso total aos seus clientes.



 

Temas interessantes para Games.

Rapha Rosa - Antivirus

 

Para o mercado, não era de se esperar algo mais devastador do que a remoção de Cyberpunk 2077 da PlayStation Store, de maneira que imediatamente após o anúncio dessa medida pela Sony, as ações da CD Projekt Red despencaram durante a madrugada que sucedeu a notícia. Para se ter uma ideia, as ações da empresa fecharam em PLN 309,20 (moeda polonesa) (R$ 429,32 em conversão direta, em 17/12/2020) e um dia após o anúncio, as ações sofreram uma outra queda chegando a PLN 260 (R$ 361,01). Isso representa uma desvalorização de 15,9% durante a noite e uma queda de 40% em relação às ações da CD Projekt atingidas em agosto, desse mesmo ano, quando a empresa valia PLN 42,4 bilhões (R$ 58,87 bilhões).


Neste sentido, o caso de CyberPunk 2077 nos permite ponderar sobre aspectos não alcançados pela transformação Lean Digital dentro da promessa de um lançamento do produto, ou seja, um jogo, que durante muito tempo se configurou como uma das principais expectativas capazes de revolucionar o mercado de jogos eletrônicos. De maneira que podemos destacar - teoricamente - certos elementos onde poderiam ser aplicados os princípios lean para a forma como os seus desenvolvedores poderiam organizar a experiência e estruturar melhor o projeto.


Segundo reportagem do site Bloomberg, por conta dos diversos adiamentos ocorridos em