Dadá, a cachorra cangaceira no MST


Juliana Wu, MST

Gosto de compartilhar minha "rocidade" com vocês. Vêem está cadelinha lá embaixo? O nome dela é Dadá, a Cangaceira companheira de Corisco, do bando de Lampião. Como a Dadá, ela é mais braba que Maria Bonita, e quando eu falo isso, ela vem de longe, de onde estiver, abanando o rabo toda faceira com seus olhinhos pequenos e espertos e seu corpo pequeno, forte e magrelo. Nem me venham com comparações!


Ontem a noite, como em muitas noites, Dadá saiu pra caçar. Ela é a menor da matilha ( são dez cadelas) , mas é quem dá os sinais , os alertas. Ela levanta a orelha meia hora antes de todas as outras, começa a produzir sons e depois late pra anunciar tudo: gente, vaca, cavalo, moto, carro, caças, quando tudo está a quilômetros de distância. Ah! as caças! Dadá sobe até em árvores pra caçar: gambá, mico, rato, furão, ouriço...Sim, é verdade, ela sobe em árvores. Bem, ontem a noite eu ouvi quando ela deu o alerta de caça, os latidos são específicos pra cada situação. As caçadoras da matilha saíram em disparada. Minhas seguranças se mantiveram em guarda, mas produziam sons em apoio a caçada, é muito doida está minha matilha. Bem, depois disso dormi.