top of page

Copyrights / Direito Autoral. Catálogo da Kobalt vendido por U$ 322, 9 milhões

Os negócios na área de copyrights/direitos autorais na área de música estão em alta, na esteira da explosão do segmento de conteúdos e streaming.


O britânico Hipgnosis Songs Fund confirmou (em 2 de novembro 2020) que adquiriu mais de 33.000 canções em um lote da Kobalt Music Copyrights , por um valor total de $ 322,9 milhões.


Este lote de músicas faz parte de um fundo da Kobalt Capital, lançado em 2011. Inclui 42 catálogos com obras de 1.500 compositores de vários gêneros.

Como este portfólio gerou $ 18M em 2019, um aumento de 6% referente ao ano anterior. Assim o valor pago foi 18 vezes maior do que a receita anual.



All I Want For Christmas Is You, de Mariah Carey
All I Want For Christmas Is You, de Mariah Carey

All I Want For Christmas Is You, de Mariah Carey, que faz parte do repertório, deve bater records de treaming nos próximos meses.



O interesse por fundos de investimentos em direitos autorais de música é cada vez maior.


" O mercado de conteúdos audiovisuais tem aumentado vertiginosamente. Como na palavra audiovisual, o prefixo áudio significa basicamente música, os direitos musicais passam a ser combustível que faz a engrenagem do mercado de conteúdos do audiovisual se movimentar", explica Antonio Galante, CEO da Cedro Rosa, produtora e editora musical brasileira com sedes no Rio de Janeiro, New York e Tokyo.

Existe diferença entre obra musical e música gravada?


No caso específico da Hipgnosis Songs Fund o que foi vendido foram direitos autorais de obras, da criação musical, nao de obras gravadas. Uma determinada obra, "Garota de Ipanema", de Tom Jobim e Vinícius de Moraes, por exemplo, é única. Porém esta mesma obra individual tem milhares de gravações no mundo inteiro.


"Os direitos autorais musicais são mais complexos, englobam os autores das músicas e editoras musicais, que administram esses direitos; já a música gravada pertence ao produtor fonográfico, quem financiou a gravação, pagou aos instrumentistas e cantores; normalmente os cantores também ganham royalties com as músicas gravadas", informa Tuninho Galante, da Cedro Rosa.

 

Seminário produzido pela Cedro Rosa trouxe um pouco de luz sobre o intrincado e lucrativo mercado de direitos autorais musicais


A Cedro Rosa reuniu, no fim de 2018, a nata dos direitos autorais no Brasil para um seminário sobre a música na era digital.


Participam deste seminário Antonio Adolfo (músico), Jose Pires / ECAD, Miguel Faria (Diretor Cinema), Antonio Adolfo, Antonio Murta (Goyanes, Murta Advogados), Hugo Sukman (jornalista) e Marcela Maia (Biscoito Fino). Mediador: Tuninho Galante (Cedro Rosa).



 

Música certificada para trilhas sonoras diversas, tudo online.

A Cedro Rosa , produtora e distribuidora de música e conteúdos, com sedes no Rio de Janeiro, New York e Tokyo, criou a plataforma Cedro Rosa Digital que reune em um único ambiente quem cria e produz músicas com usuários e a indústria da midia, publicidade, audiovisual, games e conteúdos para contratos de licenciamento musical.


Ou seja, todos podem ter uma trilha sonora certificada, licenciada para um video caseiro, uma campanha na rede social ou um longa-metragem onde todos ficam satisfeitos: quem criou as músicas e quem as está licendiando. Os valores são a partir de R$ 9 reais.


A plataforma digital funciona em 10 idiomas no mundo inteiro e conta com mais de 3 000 mil certificadas, prontas para serem licenciadas para sincronizações para trilhas sonoras diversas.


Abra um perfil na Cedro Rosa e acompanhe nossas redes digitais. https://linktr.ee/cedrorosa





Compositores, bandas e artistas podem registrar suas musicas e fazer contratos de distribuição e licenciamento e empresas da midia como TVs, Radios, produtoras de cinema e conteudo em geral podem licenciar essas obras devidamente certificadas diretamente na plataforma.


 


0 comentário

+ Confira também

destaques

Essa Semana

bottom of page