top of page

Caiu na rede, é...


Peixe, mas um peixe fora d'água muitas vezes. É assim que inúmeras pessoas se sentem ao fazer uso das redes sociais. Há um bom tempo ouvimos falar sobre como elas têm impactado o psicológico de muitos de seus usuários. E pode crer que a grande maioria já passou por alguma situação de desconforto com relação a isso pois quem posta ou quem somente vê as postagens alheias nas redes sociais é ser humano, afinal. Quando conversamos sobre esse tema, um dos sentimentos compartilhados é a sensação de não pertencimento. E quase sempre essa sensação vem acompanhada de angústia e de desapontamento porque se nota o que acredita não se ter: a aparência, as viagens, os diplomas, os amigos, os passeios incríveis. Parece que tudo o que os outros fazem ou têm é infinitamente mais interessante do que o que você faz ou tem. Inclusive, não são poucos os que dizem que já desativaram suas redes porque elas estavam fazendo mais mal do que bem à eles. E não dá pra negar que talvez esse seja um caminho para acabar com essa deprê momentânea e a sensação estranha de vazio que elas podem causar. Mas é claro que essa é apenas uma das escolhas que se pode fazer. Independentemente da escolha sobre ficar ou sair, vale reforçar que as redes sociais trazem também muito conteúdo interessante e podemos nos beneficiar de muitas postagens e materiais que há por lá. Portanto, até o uso delas requer sabedoria e boa dose de bom senso. Além do mais, é fato que as pessoas têm total liberdade de escolha para compartilhar em suas redes os seus momentos especiais. Sendo assim, a sensação de se sentir um peixe fora d'água fica por conta de cada um e é preciso observar, pois entre outras razões, ela pode estar ligada ao constante e destrutivo hábito da comparação. Sendo assim, para finalizar esse artigo gostaria de dizer a você que ao se sentir um peixe fora d'água, por favor não se compare a ninguém. Lembre-se de que é exatamente a variedade de espécies e cores dos peixes no fundo mar que faz dele um lugar tão encantador. De Paula Sabbag para CRIATIVOS!


 

Música, Cultura, Sociedade.


Inéditas de Mário Lago

Certificação de Obras Musicais para o Mercado Independente



A Cedro Rosa Digital tem se destacado no mercado da música independente ao oferecer serviços de certificação de obras musicais na internet. Com um trabalho minucioso e criterioso, a empresa impulsiona o mercado ao gerar receita para compositores e produtores independentes, ao mesmo tempo em que proporciona segurança para o setor da mídia, games, publicidade e usuários que utilizam essas músicas certificadas.


Guitarristas, violonistas, da Cedro Rosa, na Spotify.


A certificação de obras musicais é essencial para garantir o reconhecimento legal e a proteção dos direitos autorais. A Cedro Rosa Digital assume esse papel, assegurando que as músicas disponibilizadas estejam devidamente certificadas, garantindo aos criadores a remuneração justa pelo uso de suas obras. Além disso, os usuários se beneficiam ao utilizar músicas certificadas, evitando problemas legais e protegendo suas produções.




Com uma atuação global, a Cedro Rosa Digital está transformando o mercado independente ao fortalecer a confiança no ambiente digital. Através da certificação de obras musicais, a empresa se consolida como uma aliada dos compositores, produtores e usuários, contribuindo para um cenário mais justo e seguro, impulsionando o sucesso da música independente em todo o mundo.

Comments


+ Confira também

destaques

Essa Semana

bottom of page