top of page

As Plataformas Digitais de Investimentos Financeiros


Humberto Cárcamo

O mercado brasileiro de investimentos teve uma grande evolução desde 2000. Há 20 anos, apenas os investidores profissionais tinham um atendimento pessoal e diferenciado, com a possibilidade de investir nas mais variadas classes de ativos e atingir a tão sonhada diversificação dos seus investimentos e maximização do retorno. Aos poucos isso foi mudando, graças à tecnologia e às novas plataformas digitais de investimentos.


Até 2010, um investidor médio escolhia o seu banco, muito em função da forma como se sentia bem atendido por seu gerente. Em troca desses agrados, recebia mais atenção, porém os produtos e serviços eram pouco customizados e desenhados apenas para maximizar os lucros dos grandes bancos. A concentração bancária excessiva nessa época fez com que as alternativas se tornassem cada vez mais escassas.


Com o avanço da internet, e o acesso de empreendedores digitais a capital e ideias já difundidas nos Estados Unidos e Europa, o modelo de negócios do Supermercado Financeiro, criado nos anos 90 pela Charles Schwab, maior corretora de varejo do mundo, e que funciona desde então 100% na internet, se difundiu.


A pioneira no Brasil foi a XP, que através de uma comunicação inteligente e agressiva, utilizando inicialmente o ator Murilo Benício com o slogan da “Desbancarização”, conseguiu atrair a atenção dos pequenos e médios investidores para os méritos de se escolher livremente entre fundos multimercados de gestores independentes , títulos de renda fixa de diferentes bancos, ações e investimentos alternativos. Aos poucos, os órgãos reguladores, como o Banco Central e a CVM, retiraram vários entraves e simplificaram a legislação de investimentos, possibilitando que grande parte dos investidores tivesse praticamente as mesmas alternativas de investimentos, independente do seu tamanho ou conhecimento do mercado.



Ouça o melhor da musica instrumental do Brasil, na Spotify.



O governo federal também criou um programa digital de investimento direto em títulos públicos, o Tesouro Direto, que foi muito bem-sucedido e teve grande aceitação pelo público. Por conta disso, a poupança vem se tornando uma opção cada vez menos atrativa para os investidores, permanecendo importante apenas para os que têm menos conhecimento ou tempo para investir.


Nos últimos 5 anos, várias outras plataformas digitais, como BTG Pactual Digital, ModalMais, Genial, Órama e um grande número de assessores financeiros, passaram a oferecer seus serviços e produtos aos investidores, de forma educativa e incrementando a oferta de conhecimento financeiro para novos entrantes. Elas trouxeram um maior grau de sofisticação, baixando o custo transacional, com a participação importante da B3 e da CVM. Se em 2018 existiam apenas cerca de 700 mil investidores na Bolsa, contra 70 milhões nos EUA, no final de 2021 esse número já passava de 3 milhôes.


Em dezembro de 2021, o Nubank, um dos principais bancos digitais da America Latina, fez o seu IPO e ofereceu a qualquer correntista, dentre os seus mais de 40 milhões de clientes, a participação em sua oferta inicial de ações. O resultado divulgado foi de que mais de 700mil novos investidores resolveram participar da sua oferta, tendo essa sido a ação mais espetacular de democratização do mercado de investimentos do Brasil em toda a sua história, e possivelmente algo inédito a nível mundial. Com isso, o Nubank hoje é o banco mais valioso da America Latina, e um dos principais do mundo. Sua atuação 100% digital vem coroar como principal forma de investimento, no presente e no futuro, as plataformas digitais, abrindo novos horizontes para a legião de cidadãos que se tornarão investidores nos próximos anos.


 

Humberto Cárcamo


Começou sua carreira em 1989, como consultor empresarial na Price Waterhouse Management Consulting Systems. Depois disso, ele ocupou posições em empresas nacionais e internacionais, como a Merck Brasil, Ceras Johnson, Souza Cruz, Philip Morris International e ITT Industries.


Após um período de 18 anos como empreendedor no setor de comércio exterior, Humberto optou por voltar a trabalhar na área financeira e, em 2018, tornou-se sócio da SAVVY Investimentos, onde atua, inclusive, com licença de Consultor Financeiro emitida pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários), em janeiro de 2020.


 

Chiquinho Neto, pianista, e sua obra autoral. Ouça.


Música brasileira de alta qualidade.


 

Siga as Redes Sociais da Cedro Rosa.

 

Cedro Rosa cria Plataforma mundial de Música, em 10 idiomas, para gerir direitos autorais e licenciar musicas.




Músicos, compositores, bandas, mídia, produtores de cinema, streaming, TV, publicidade e games em um único ambiente digital, para negócios de licenciamento.



Abra um perfil agora


Plataforma digital permite registro, distribuição e licenciamento de músicas no mundo inteiro. Todo mundo pode escutar músicas e podcasts de graça.



A Cedro Rosa , produtora e distribuidora de conteúdos, com sedes no Rio de Janeiro, New York e Tokyo criou uma plataforma digital de administração e distribuição de músicas no mundo inteiro.


Para ter acesso, como artista, empresa ou simplesmente amante de música, basta abrir um perfil, apenas com nome e e-mail.


A plataforma digital funciona em 10 idiomas e conta com mais de 3 000 mil certificadas, prontas para serem licenciadas para sincronizações diversas em filmes, novelas, audiovisuais, games e publicidades.


Acompanhe nossas redes digitais. https://linktr.ee/cedrorosa


Compositores, bandas e artistas podem registrar suas musicas e fazer contratos de distribuição e licenciamento e empresas da midia como TVs, Radios, produtoras de cinema e conteudo em geral podem licenciar essas obras devidamente certificadas diretamente na plataforma.



0 comentário

Comments


+ Confira também

destaques

Essa Semana

bottom of page