Artigo: A Arte no Covidário

Marcelo Madureira , para Criativos / CR Zine

Foto: Marcelo Madureira, gravando podcast na Cedro Rosa.


No final de 2019 fui convidado para fazer uma participação na comédia Abestalhados – 2 , direção de Marcelo Botta e Marcos Jorge.

Depois de ler o roteiro , por sinal muito bem escrito e ter me identificado com o personagem, topei a empreitada. As filmagens começaram em fevereiro de 2020 e deveriam terminar em março do mesmo ano.

Fui a São Paulo onde filmei algumas cenas e voltei para o Rio , aguardando ser convocado para as restantes. Deu ruim. A produção de Abestalhados 2 foi alvejada em cheio pela pandemia do Covid-19 e teve que ser interrompida bem na metade. Fiquei desolado. Não só pela incompletude de uma obra artística , mas solidário com os produtores , elenco , técnicos , enfim todos os envolvidos no projeto suspenso pela metade, inconcluso.

Trancado em casa desde o dia 15 de março, recebo um e-mail de Abestalhados 2. Alvíssaras ! “As filmagens serão retomadas em breve dentro dos patrões e protocolos sanitários exigidos pelas circunstancias de isolamento social.” Anexo um arquivo que se fosse impresso teria a espessura de um catálogo de telefone ( lembram deste objeto ? ) com todas as normas , procedimentos e recomendações para a retomada dos trabalhos. Confesso que não tive a pachorra de ler toda aquela ingrisia.