top of page

Arte, no Rio e em São Paulo

Conheça a Casa de Cultura do Parque.



No dia 2, às 17h, o artista visual, músico e cineasta Eduardo Climachauska apresenta sua performance inédita intitulada ‘Fim do Caminho‘.


Onde? Casa de Cultura do Parque, em São Paulo.



Fim do Caminho é uma performance plástica e sonora desenvolvida por Eduardo Climachauska em colaboração com o pianista, produtor e compositor Chicão Montorfano.


“Como eu sou compositor popular e tenho minha trajetória na música, eu e o Chicão sempre nos encontramos e dizíamos um para o outro que precisávamos fazer uma colaboração”, relembra Climachauska, “Essa performance foi a oportunidade perfeita para tirar esse plano das ideias porque, além de ser um grande músico, Chicão também é diretor artístico, ou seja, tem uma pesquisa sobre corpo. Em Fim do Caminho, tudo isso se soma.”


Na performance, vidro, viga, pão e lama somam-se a uma lista de trinta objetos que compõem a montagem de um piano preparado, como os pianos de John Cage nos anos 1960. Neste caso, a performance consiste numa execução peculiar de uma canção, em uma linguagem ao mesmo tempo plástica e sonora.


“O título Fim do Caminho refere-se ao encerramento da exposição”, conta Climachauska, “Em Margem de erro, eu tenho dois trabalhos e ambos falam sobre música e tempo. Pensei que a melhor forma de encerrar essa exposição, esse caminho de quatro meses, seria através de uma performance ligada também à música”.


VII Encontro Mulher, Poder e Democracia


Helena Ignez - atriz - CCJF - divulgação


O VII Encontro Mulher, Poder e Democracia, evento tradicional do CCJF que durante o mês de março celebra as conquistas femininas, traz este ano debates sobre a importância da representatividade feminina em posições de liderança e as conquistas da mulher trans, além de outras atividades sobre o protagonismo feminino.


Além disso, o CCJF promove durante o mês de março uma programação especial voltada para temática da mulher, seja no conteúdo, seja no protagonismo da realização. Acompanhe nossa programação completa abaixo.


Espera-se que esse encontro seja um momento de reflexão, aprendizado e inspiração, contribuindo para a construção de uma sociedade mais igualitária e justa para todas as pessoas.


 

Cedro Rosa Digital: Transformando a Música Independente Globalmente



O soft power, a economia criativa, a cultura e a tecnologia desempenham papéis fundamentais na transformação de um país, gerando pertencimento, desenvolvimento, emprego e renda. Fundada pelo renomado produtor e compositor Tuninho Galante em 2010, a Cedro Rosa Digital exemplifica esse impacto ao revolucionar a indústria musical, certificando obras e gravações e oferecendo uma plataforma segura e transparente para artistas independentes de todo o mundo.


Artigo de José Luiz Alquéres, na CRIATIVOS!


Através da tecnologia, a Cedro Rosa Digital cria oportunidades para artistas emergentes, facilitando o acesso ao mercado global e promovendo a diversidade cultural. Ao certificar obras e gravações, a empresa garante a proteção dos direitos autorais e promove a transparência nas transações, gerando confiança entre os artistas e o público.



Assim, a Cedro Rosa Digital não apenas impulsiona a economia criativa, mas também fortalece o sentimento de pertencimento cultural e contribui para o desenvolvimento socioeconômico, criando empregos e gerando renda para comunidades ao redor do mundo.

0 comentário

Komentarze


+ Confira também

destaques

Essa Semana

bottom of page