top of page

A música como terapia em época de confinamento e pandemia.



Kiko Fernandes - Produtor musical


Nesse momento de pandemia, confinamento, tem sido comum o relato do desenvolvimento de diversas síndromes. Talvez a mais comum seja o transtorno de ansiedade. Conforme o DSM-5 (Manual de Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais) os transtornos de ansiedade se diferenciam do medo e da ansiedade adaptativa pelo tempo de duração, sendo mais persistentes.


São conhecidos 9 tipos de transtornos de ansiedade. Entre eles o transtorno de pânico.

Não, não sou médico ou neurocientista. Mas um possível paciente dedicado. Por que um professor de comunicação e produtor musical se meteu a falar disso aqui ? Falo não apenas como uma pessoa vítima desse tipo de fobias mas estudo e debato com especialistas há pelo menos 20 anos sobre a influência da música no cérebro. E é aí que buscaremos a interseção desses assuntos .


Sempre tive muito medo de lugares altos, me dão vertigem. Para mim é desagradável a sensação de altura, distância do solo.



 

Uma seleção de MPB de alta qualidade. Escute nesta playlist da Spotify.

 

Numa manhã, depois de mais uma noite de sonhos em que acreditava que estava levitando, resolvi enfrentar essa fobia e entrei num curso de asa delta.

Pois é, eu mesmo me surpreendo até hoje com isso. Pilotei asa delta por 9 anos.

Naquele momento conheci um piloto campeão diferenciado, o Ruy Marra. Ele continua voando em vôos duplos, são vôos com passageiros. E contabilizou no decorrer desses anos mais de 15.000 saltos. Usou dessa experiência em convencer pessoas com tanto pânico como eu, a voar, para desenvolver um estudo bastante respeitado. Lançou o livro “ Decolando para a Felicidade” pela editora Rocco. Como pesquisador em neurociência do comportamento, analisou as respostas neuro-fisiológicas ao medo para produzir, em colaboração com outros neurocientistas, métodos de autocontrole e superação.


Conseguiram criar inclusive um game onde o jogador vai superando as etapas através do controle de suas emoções detectadas por eletrodos ligados ao corpo.

Ao longo dessa pesquisa foi observando nos passageiros prestes a decolar sinais comuns como dilatamento das pupilas, a produção de suor embaixo do nariz, as mãos trêmulas e frias, a aceleração cardíaca. Muitos passageiros desistem antes mesmo de chegar na rampa de decolagem.


Para minimizar essas desistências o experiente piloto procura numa conversa, conhecer, analisar e atrair a confiança do passageiro. Pergunta sobre suas preferências musicais e providencia que o cliente vá escutando aquilo que lhe agrade ao longo do trajeto. Ele relata a importância desse momento na motivação. Antes do vôo faz ainda um trabalho de respiração, relaxamento e até meditação onde o passageiro mentaliza e dedica o vôo a alguém que ame muito.


São diversos os benefícios dessas técnicas no desenvolvimento e aperfeiçoamento do indivíduo nos campos: psico-fisiológico e social. Resultando num salto na performance profissional, sentimental, esportiva …



 

Playlist de música instrumental, disponível para trilhas sonoras diversas, na Spotify.

 


A desistência, a frustração, o insucesso, são resultantes de um fraco desempenho psicológico. Tanto no mundo dos negócios quanto, por exemplo, no amoroso. Na área esportiva, os atletas precisam lidar com a pressão por resultados. Muitos dos fracassos de equipes líderes vêm do excesso de autoconfiança, enquanto que os oponentes sem grandes perspectivas acabam tomando uma grande vantagem ao partirem sem pressão para conquistar seus objetivos.


A psicologia esportiva é plenamente adotada por atletas de alta performance nas mais variadas modalidades. O professor da Curtin University, Martin Hagger, ao abordar o tema fala da importância do estudo e da prática na preparação mental para lidar com o stress e atingir bons resultados.


Os atletas com o maior números de recordes olímpicos Usain Bolt e Michael Phelps apesar de temperamentos diferentes, seguiram rituais semelhantes de concentração. Enquanto atletas eram psicologicamente e fisicamente perfeitos na sua preparação. Não sei se ainda lembra como ambos só se separavam dos seus headphones no momento derradeiro do início da prova ? Gabigol, Neymar, e diversos ícones do esporte atual adotam a mesma técnica.


Daniel J. Levintin, músico, produtor musical e neurocientista, no seu livro “A música no seu cérebro- A ciência de uma obsessão humana” baseando-se em diversas pesquisas explora a percepção musical no cérebro humano utilizando-se de elementos musicais de Mozart, a Eminem, de Bach, a Count Basie e Van Halen.


Levintin demonstra que dos tímpanos até os neurônios reguladores de nossa emoção no interior do cérebro, uma série de atividades neurais é desencadeada quando escutamos música.


A música tem o poder de influenciar a nossa respiração, o batimento cardíaco, proporcionando uma gama de estímulos que vai da excitação ao relaxamento.

Na concentração, a música torna-se um elemento fundamental para o desempenho de um atleta como afirmam os psicólogos e técnicos. Ela ajuda a transportar os pensamentos para um outro lugar aliviando a pressão natural do competidor naquele momento derradeiro antes do início da disputa.


Assim como os passageiros do vôo de asa se sentem confiantes ou minimizam os seus medos ao escutar a música que lhe agrade. Antes de começar a jogar aquele game desenvolvido pelos neurocientistas, há uma sessão de relaxamento com música preparando e equilibrando as emoções do participante. Nessa sessão a respiração e os batimentos cardíacos são monitorados enquanto a música é executada. Quando se atinge o nível de relaxamento estabelecido numa escala pelos cientistas é que se dá o início do jogo. Esse game está sendo utilizado na preparação dos praticantes de judô com alto rendimento, pilotos de corrida, lutadores de MMA, também em “coaching” para empresários e no tratamento de distúrbio emocionais.


O gerenciamento da ansiedade é importante na vida de qualquer um, mas é fundamental nesses tempos de pandemia e confinamento. O professor Hagger enumera exercícios de respiração, alongamento, relaxamento dos músculos, música e meditação para esse controle.


A propósito, mesmo depois de tanto anos de vôo livre não estou curado do medo de altura, mas ainda sinto um desejo de dar uns vôos de asa delta.


 

Cedro Rosa cria plataforma digital que permite registro, distribuição e licenciamento de músicas no mundo inteiro.

Tudo online!


A Cedro Rosa , produtora e distribuidora de conteúdos, com sedes no Rio de Janeiro, New York e Tokyo criou uma plataforma digital de administração e distribuição de músicas no mundo inteiro.


Para ter acesso, como artista, empresa ou simplesmente amante de música, basta abrir um perfil, apenas com nome e e-mail.


A plataforma digital funciona em 10 idiomas e conta com mais de 3 000 mil certificadas, prontas para serem licenciadas para sincronizações diversas em filmes, novelas, audiovisuais, games e publicidades.



Abra um perfil na Cedro Rosa e acompanhe nossas redes digitais. https://linktr.ee/cedrorosa


Compositores, bandas e artistas podem registrar suas musicas e fazer contratos de distribuição e licenciamento e empresas da midia como TVs, Radios, produtoras de cinema e conteudo em geral podem licenciar essas obras devidamente certificadas diretamente na plataforma.



 

O que rola de interessante na internet?


Por Dentro da Cedro Rosa, Reunião de Pauta.





Roda de Samba! Escute aqui.


Fica a Dica Médica




1 commento


Celia Basto
Celia Basto
28 mag 2021

OI kIKO.....ADOREI TE ENCONTRAR POR AQUI.....

TB ESTOU NO PEDAÇO!!!

GOSTEI DO QUE LI...BEIJOS

CELINHA BASTO

Mi piace

+ Confira também

destaques

Essa Semana

bottom of page